sexta-feira, março 03, 2006

Estados de alma

["Girl before a mirror", Pablo Picasso, 1932]
_________________________________________________

«Eu não sou eu nem sou o outro,
Sou qualquer coisa de intermédio,
Pilar da ponte de _________*,
Que vai de mim para o outro.»

[Mário de Sá-Carneiro, 1914]

*temperar a gosto (Mas não com "tédio", por certo).

5 Comments:

Blogger LN said...

O Picasso deu um título em inglês a um quadro?
;-)

5:15 da tarde  
Blogger mi said...

oh...
mas no original é:
"Pilar da Ponte do Tédio"
porque é que não podemos temperar com tédio?!
prédio, médio,.. não me ocorre mais nada que acabe em "édio", para rimar...
e gosto da ideia da Ponte do Tédio, gosto mesmo, deve ser a ponte do "lá vai um", onde "não se passa nada"!

5:40 da tarde  
Blogger Raitxe said...

olhó Sá-Borrego ;0)

estou solidária c esse estado de alma

5:41 da tarde  
Blogger Khibli said...

LN: Sorry! ;)
"Muchacha ante el espejo" parece-te melhor?

Mi: Pilar da ponte de tédio parece-me óptimo. No poema. Mas este post chama-se estados de alma e o tédio não faz parte dos substantivos cobertos por este particular Estado de Alma.
"Pilar da Ponte de vida" parece-me mais adequado, não fosse soar terrivelmente corny! :)
Um abracinho

Raitxe: Quando o estado de alma é tão bom, não precisa de solidariedade. Mas podemos partilhar, se quiseres! :)

6:10 da tarde  
Blogger mi said...

só para continuar a ser chata:

a alma não se pode entediar quando se vê ao espelho?!

...

fico feliz que tal não aconteça! :)

beijinho

[removi o post anterior porque tinha entediar mal escrito :S]

11:16 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home